O seu email foi registado. Obrigado.

Castas

Castas

Das 15 diferentes variedades plantadas nas vinhas da propriedade, os vinhos da Quinta dos Vales são produzidos maioritariamente a partir de castas de origem portuguesa e francesa.

Alicante Bouschet

   

 alicante bouschet

  Originalmente de França, esta casta tinta é plantada em Portugal há vários anos. Adaptou-se muito bem ao nosso clima e produz cachos muitos grandes, constituídos por uvas pretas com polpa vermelha. O vinho resultante é encorpado, de cores intensas, aromas complexos, bons taninos, e muito delicado e exigente quando produzido como monocasta. O nosso talhão de Alicante Bouschet tem a área total de  1 hectare e é utilizada no loteamento do nosso Primeira Selecção Tinto.

Alvarinho

   

 alvarinho

  A casta Alvarinho é uma das mais notáveis castas brancas portuguesas. É uma casta muito antiga e de baixa produção que é sobretudo plantada na zona de Monção e Melgaço (região dos Vinhos Verdes). Pode adquirir duas formas distintas: cacho pequeno, pouco compacto e bagos pequenos e dourados ou cacho médio e de bagos maiores que permanecem esverdeados quando maduros. Esta casta é responsável pelo sucesso dos primeiros vinhos portugueses "monocastas" (uma só casta), pois em Portugal os vinhos de lote (mistura de várias castas) são mais comuns. A casta Alvarinho produz vinhos bastante aromáticos e que atingem graduações alcoólicas elevadas conservando uma acidez muito equilibrada. Tendo o nosso talhão de Alvarinho quase 1 hectare, produzimos o excelente vinho monocasta Grace Alvarinho e o vinho branco DUO.

Antão Vaz

 

 

 antão vaz

  A casta Antão Vaz é umas das castas mais importantes da zona do Alentejo. Adapta-se bem ao clima quente e é bastante resistente às doenças. Apresenta cachos de tamanho médio com bagos pequenos e uniformes, de cor verde amarelada, e que no fim da maturação passam a ser de cor amarela. Os vinhos produzidos por esta casta são bastante aromáticos, predominando os aromas a frutos tropicais, e de tonalidade, geralmente, citrina. Com 0,55 hectares de uvas Antão Vaz, produzimos o nosso monocasta Grace Antão Vaz e o vinho de edição colecionável Arinto & Antão Vaz. 

Aragonês

   

 aragonês

  Também conhecida por "Tempranillo", esta é uma das castas tintas mais antigas que se produz na Península Ibérica. Esta variedade de cor vermelha escura e pele grossa, apresenta mostos com acidez baixa e grau alcoólico elevado. Origina vinhos com boa intensidade de cor, desenvolvendo aromas de ameixa e frutos silvestres que se tornam mais complexos com a evolução. Os vinhos monocastas só são possíveis de produzir em anos muito bons. Esta casta é vindimada de um talhão com 0,65 hectares para lotear com outras castas para a produção no Selecta Tinto e Grace Vineyard Tinto.

Arinto

   

 arinto

  O Arinto é uma casta muito versátil, por isso é cultivada em quase todas as regiões vinícolas. O cacho da casta Arinto é grande, compacto e composto por bagos pequenos ou médios de cor amarelada. Esta casta é frequentemente utilizada na produção de vinhos de lote. No nosso caso, a casta Arinto é utilizada no nosso Selecta Branco, Primeira Selecção Branco e Grace Vineyard Branco, sendo todas as uvas provenientes de um talhão com 1.89 hectares.

Cabernet Sauvignon

   

cabernet sauvignon

  No último século, a casta tinta francesa Cabernet Sauvignon tem sido bastante popular, sendo considerada uma das castas mais nobres no mundo do vinho. Cultivar esta casta é uma excelente escolha em qualquer região vinícola com clima ameno. Provavelmente a casta mais plantada em todo o mundo. Os bagos apresentam películas grossas e as vinhas são robustas e resistentes a 'azares' na viticultura. O perfil clássico do Cabernet Sauvignon é bem encorpado com muitos taninos, e acidez notável que contribui para que seja tenha capacidade de envelhecimento. A partir dos 1,39 hectares que plantámos desta casta, produzimos o nosso Primeira Selecção Tinto, Grace Vineyard Tinto e o soberbo DIALOG.

Castelão

   

 castelão

  O Castelão é uma das castas tintas mais cultivadas a Sul de Portugal, produzindo vinhos de qualidade superior quando plantada em solos secos e arenosos e em climas amenos. Esta casta apresenta cachos médios compostos por bagos redondos de cor preto azulado, e com um pele relativamente espessa e polpa firme. Na Quinta dos Vales plantámos um total de 2,45 hectares de Castelão e incluímos esta casta no loteamento do nosso Selecta Tinto e Rosé e a novidade DUO Rosé.

Malvasia Fina

   

 malvasia fina

  A Malvasina Fina é uma casta que não tolera temperaturas muito altas, sendo então necessário estudar a época ideal para realizar a vindima de modo a evitar a deterioração dos bagos. A Malvasia Fina produz vinhos de acidez moderada e de aromas e sabores delicados e pouco complexos. Esta casta é de produção regular, carcaterizada por cachos e bagos de tamanho médio. Temos um pequeno talhão de 0,21 hectares, do qual vindimamos a quantidade necessária para lotear no nosso Primeira Selecção Branco e Grace Vineyard Branco.

Petit Verdot

   

 petit verdot

  O Petit Verdot ganhou reconhecimento primeiramente como casta de mistura utilizada para produzir vinho Bordeaux. Os pequenos cachos cilindricos têm pequenas uvas pretas que necessitam de condições muito específicas para amadurecer, começando por um clima adequado durante o período de floração. Curiosamente, o Petit Verdot tem uma característica especial, não apresentada pela maioria das castas, que é a produção de mais de dois cachos por rebento. Quando esta casta é misturada com outras, adiciona ainda mais taninos, cor e um perfil de sabor único que se podem manifestar sob aromas de flores, azeitonas ou, quando muito madura, de mirtilo. O nosso talhão de Petit Verdot totaliza 1,21 hectares e é a partir dele que produzimos DIALOG, um vinho de lote soberbo lançado em 2014, e também misturamos com Touriga Nacional no nosso DUO Tinto, uma novidade para 2016.

Síria

   

 síria

 
A Síria é uma casta muito produtiva, de cachos e bagos pequenos, sendo ela muito cultivada no interior de Portugal. Apesar de ser muito resistente a doenças, é bastante sensível à podridão. Os vinhos produzidos com esta casta são delicados, frescos e elegantes. Tal como a casta Malvasia Fina, esta casta é utilizada no nosso Primeira Selecção Branco e Grace Vineyard Branco, sendo esta plantada num talhão de 0,22 hectares.
 
 

Syrah

   

 syrah

  A uva Syrah é favorecida pelo clima quente, sendo por isso muito comum encontrá-la na regiões mais quentes do Alentejo e, naturalmente, também no Algarve. Com um final exigente, mas também interessante, quando produzida como monocasta para conhecedores que procuram uma sensação de especiarias e fruta na boca. Na Quinta dos Vales, não produzimos um vinho monocasta Syrah, porém loteamos com outras castas nos nossos vinhos tintos Selecta, Primeira Selecção e Grace Vineyard, totalizando o respectivo talhão 3,66 hectares.

Touriga Franca

   

 touriga franca

 

O Touriga Franca é a quinta casta mais plantada em Portugal; os cachos são compactos, com bagos pequenos, redondos e homogéneos entre si. Adapta-se bem a todo o tipo de terreno, mas necessita de um clima quente, fazendo do ALgarve o local ideal para plantá-la. Nas vinhas, é uma variedade bastante fácil de manter, com uma boa maturação e muito regular, em termos de produção. Os vinhos resultantes são frutados e de cor intensa. Esta variedade é vindimada de um talhão com 3,45 hectares para produzir alguns dos nossos vinhos tintos.

Touriga Nacional

   

 touriga nacional

 

O Touriga Nacional é uma casta bastante apreciada em Portugal. Confere estrutura e corpo ao vinho, devido aos seus fortes taninos e aromas a frutas silvestres. Por norma, os bagos são pequenos, com uma película escura, muito sumo e sabor característico. Esta casta é atualmente vindimada para produzir não só o nosso vinho monovarietal Grace Touriga Nacional, mas também o Primeira Selecção Rosé 2014, e os DUO tinto e rosé.

Verdelho

   

 verdelho

 

A casta Verdelho tornou-se famosa por ser uma das inúmeras variedades utilizadas para produzir o vinho licoroso da Madeira. Os vinhos produzidos a partir desta casta são bastante aromáticos e equilibrados. Os pequenos e compactos cachos são compostos por bagos pequenos e de tonalidade esverdeada. O talhão com 1 hectare é vindimado para produzir o Grace Verdelho e o DUO branco.

Viognier

   

 viognier

 

Casta francesa proveniente da região de Rhône. Dá origem a vinhos com laivos dourados, e aromas de flores, especiarias e fruta, sobressaindo o pêssedo e o alperce. Têm, normalmente, baixa acidez e um teor alcoólico elevado. O nosso Grace Viognier, Selecta branco e Primeira Selecção branco tem a casta Viognier como parte da sua composição, casta essa que é vindimada a partir de um talhão de 1 hectare.

 

 

 

Contacte-nos agora!