O seu email foi registado. Obrigado.

Técnicas

Técnicas

Várias técnicas são usadas para criar cada escultura.

As esculturas da Quinta dos Vales são talhadas a partir de uma variedade de materiais utilizando várias técnicas. Algumas são esculpidas em mármore Português de Estremoz, enquanto outras são esculpidas de pedras retiradas dos nossos próprios campos, que consistem em sedimentos de pedra de calcário e incluem quantidades generosas de restos de vida marinha, enquanto que uma pequena parte são esculpidas em madeira ou fundidas em bronze. No entanto, a maioria das esculturas são moldadas em fibra de vidro e resina de poliéster. Em qualquer dos casos, tudo começa com o mesmo processo: o artista cria um modelo com argila ou gesso, num esqueleto básico de arame, montado sobre uma base de madeira; este é então entregue a um assistente que, de seguida, o replica numa escala maior, sob a supervisão do artista que, então, leva a cabo os últimos retoques.

As esculturas de fibra de vidro são replicadas a partir de modelos usando blocos de poliestireno como base que são então cortadas e aparadas até que a forma correta seja alcançada. Antes que a resina e a fibra de vidro possam ser aplicadas em várias camadas, a base tem de estar selada, para evitar que colapse ou derreta por causa dos fumos da resina. Enquanto algumas esculturas são depois deixadas "au naturel", onde as fibras são facilmente identificadas sob a pintura, as mais finas são obtidas quando se aplica um enchimento sobre a escultura e se lixa meticulosamente até obter um acabamento liso. Em ambos os casos a peça final é então protegida com uma camada interna sintética pronta para a coloração final e / ou decoração com pinturas sintéticas ou com acrílico.

As nossa réplicas mais pequenas em bronze ou cerâmica são obtidas através da aplicação de técnicas modernas ou até métodos de moldagem tradicionais

Leia mais

Contacte-nos agora!