O seu email foi registado. Obrigado.

Materiais e Esculturas

Materiais e Esculturas

Aqui você pode saber mais sobre os materiais a partir dos quais as esculturas da Quinta dos Vales são feitas.

As esculturas são talhadas a partir de uma variedade de materiais, utilizando várias técnicas. Algumas são esculpidas em mármore português de Estremoz, enquanto outras são esculpidas a partir de pedras encontradas nos nossos próprios campos, que consistem em calcário sedimentar e incluem quantidades generosas de fósseis marinhos.

Um pequeno número de esculturas é esculpido em madeira, fundido em bronze ou feito de cerâmica.

No entanto, a maioria das esculturas maiores é esculpida em poliestireno e moldada em fibra de vidro e resina de poliéster. À primeira vista, esta combinação pode surpreender. Porquê a escolha de materiais artificiais, se todos os tradicionais, como pedra, madeira ou metal, estão facilmente disponíveis?

A resposta encontra-se na conceção, dimensão e objetivos das esculturas. Algumas não podem simplesmente ser executadas em pedra, devido à fragilidade do projeto, outras exigiriam imenso tempo e trabalho em equipa para ficarem completas, se fossem executadas de forma tradicional, e, por último, mas não menos importante, devido a razões logísticas. A maioria das esculturas são projetadas para exposições itinerantes de custo eficiente. 20 esculturas com 100 kg cada uma, em vez de 1,500 kg por peça, faz uma grande diferença!

De qualquer modo, todas começam com o mesmo processo, o livro de história que irá ajudar a transformar uma ideia abstrata numa escultura real. Da ideia à escultura final há um longo caminho e o trabalho artístico não é só manual. Muitas esculturas com um tamanho maior requerem planeamento técnico e competências substanciais e, após uma segunda fase de planeamento, dão uma idéia de quais os materiais que não podem ser usados.  O material final precisa assim de ter em consideração onde a escultura vai ser exibida, quantas vezes ela irá ser movida, os orçamentos disponíveis e, obviamente, a arquitetura da própria obra de arte. Em palavras simples, não é de facto o artista que decide sobre o material, mas sim a escultura a ser executada e todas as restrições daí resultantes.

Contacte-nos agora!